AQUI ESTÃO OS PROFISSIONAIS QUE MAIS SERÃO REQUISITADOS NO FUTURO


Por Cynthia de Almeida


Reunimos projeções de institutos de pesquisa para analisar as tendências

Omundo se divide em dois tipos de pessoas. As que reclamam e as que pensam. Sob o risco de parecer simplista e meio antipática, acredito que no universo do trabalho, em permanente e cada vez mais rápida transformação, quem passa o dia lamentando (com ou sem razão) o que foi e não é mais não tem tempo para ligar o cérebro no modo inteligente e imaginar o que há ou virá de bom por aí. Como essa linha divisória é virtual, nada impede que a gente mude de lado e comece o ano com o copo meio cheio e foco no que vai dar certo.

Quais são as carreiras do amanhã? E seus empregos? Com quais competências? Reuni projeções de institutos de pesquisa e análises de futuristas (gente que pensa!) para nos ajudar neste exercício de otimismo.

Pensadores tecnológicos

Quem vai cuidar de tanta informação? Para gerenciar o megamanancial de dados que geramos, vamos precisar de quem os compreenda. E classifique, filtre, interprete, aplique. Há quem aposte, entre as muitas colocações possíveis para esse profissional, em empregos como corretor de dados pessoais (capaz de embalar e comercializar os rastros digitais que deixamos nas redes) ou curador de memória pessoal (responsável por manter vivas e acessíveis as nossas memórias digitais).

Programadores de sistemas, desenvolvedores de softwares, analistas digitais, o mundo é e continuará sendo de vocês. Atenção, meninas que chegaram lá e até hoje enfrentam barreiras machistas para estudar e trabalhar no universo da tecnologia, matemática, engenharia e computação. Vocês são nossas bravas pioneiras e modelos inspiradores para futuras gerações de mulheres garantirem um lugar ao sol nesse vale de garotos.

Cuidadores

As pessoas viverão cada vez mais e todo o negócio de assistência de saúde e bem-estar será vital e sofisticado. Ganham espaço a telemedicina, as cirurgias robóticas, novas formas de automação ligadas a qualidade e prolongamento de vida.

Gestores seniores

Sim, a experiência conta muito diante da necessidade de conduzir bem uma empresa em um período de profundas mudanças. As áreas que precisarão desses profissionais são as mais afetadas pelas transições, como mídia, entretenimento e informação.

Supervendedores

Há uma alteração radical no perfil desse trabalhador, embora sua capacidade de se relacionar e atrair clientes continue imprescindível. Eles serão especializados e terão conhecimento profundo não só do produto ou serviço como também das estratégias do negócio.

Gestores de recursos humanos e desenvolvimento organizacional

Enquanto a tecnologia fará alguns empregos desaparecerem, as empresas precisarão de novos postos e de pessoas para ocupá-los. Procurar os talentos e treinar novamente os funcionários já contratados exigirá especialistas.

Arquitetos e engenheiros

A demanda continuará crescendo para atender à necessidade constante de otimização do espaço urbano. Os perfis mais buscados serão os focados em bioquímica, nanotecnologia, robótica e de materiais.

Consultores de bem-estar financeiro

As grandes modificações do setor e o novo modelo das instituições que controlam e investem o seu dinheiro exigem um olhar arejado, comprometido e bem informado. No futuro, o personal financeiro será tão procurado quanto o trainer.

Criativos

Muitas tarefas podem ser automatizadas, mas o trabalho criativo jamais. Essa característica é a chave do futuro. Com ela, geramos soluções, empresas, ideias, produtos e… novos empregos!


Se quiser mais informações sobre esta matéria ou Cynthia de Almeida, favor acessar www.revistabrasilianas.com

Si te gustó compártelo!